veja a relevância e 6 dicas

A ensino financeira para jovens é importante não só para quem quer investir, mas para qualquer pessoa que deseja ter um controle maior sobre as próprias finanças. Sabemos a relevância do ensino previdenciário, mas porque a troço dos estudos das finanças é tão deixada de lado?

O brasílico não sabe guiar o próprio verba. De negócio com a pesquisa S&P Ratings Services Global Financial Literacy Survey, o Brasil ocupa o 74º lugar no ranking global de ensino financeira. Oriente é um dos mais importantes estudos já realizados sobre o peça no mundo e considerou os dados de 144 países.

Neste cláusula, vamos entender um pouco mais do porquê a ensino financeira é tão importante e uma vez que ela pode te ajudar no dia a dia. 

O que é ensino financeira?

A ensino financeira é utensílio importante de inclusão social porque ela ensina as pessoas a gerenciar o seu verba de forma eficiente. Ela também ajuda as pessoas a tomarem decisões financeiras inteligentes e a fazer investimentos que podem beneficiá-las no longo prazo.

O mais importante, ainda mais em tempos de crise que vivemos, é uma vez que ela ensina as pessoas uma vez que evitar dívidas e uma vez que mourejar com os problemas financeiros quando eles surgirem.

Se você está somente começando a lucrar seu próprio verba ou se você tem dificuldades em controlar suas finanças, uma boa ensino financeira pode fazer a diferença na sua vida.

Por que é importante a ensino financeira para jovens?

A ensino financeira para jovens é importante para o dia a dia porque ensina a fazer escolhas conscientes e responsáveis com o verba. Ela também ajuda a compreender uma vez que o mercado financeiro funciona, o que permite tomar decisões mais informadas sobre investimentos e poupanças. Sem ela, fica mais difícil planejar e depreender metas financeiras, sejam elas de restringido, médio ou longo prazo.

Uma das principais razões para se ter uma boa ensino financeira é evitar o endividamento. Se você não aprende a controlar suas despesas e a fazer um orçamento, facilmente pode rematar gastando mais do que tem e se endividando.

Com uma boa ensino financeira, você aprende a gerenciar seu verba de forma eficiente e a evitar dívidas. Isso lhe permite forrar para objetivos maiores, uma vez que a compra de uma vivenda ou o pagamento da ensino dos seus filhos.

Outra razão pela qual a sua relevância é fundamental na vida do brasílico é por que ela nos ensina a investir de forma inteligente. Muitas pessoas perdem verba em investimentos porque não entendem uma vez que funciona o mercado financeiro.

Esse estudo nos ajuda a escolher os investimentos que mais se adequam às nossas necessidades e objetivos, de negócio com o nosso perfil de investidor. Isso nos permite obter um maior retorno sobre o nosso investimento e depreender nossas metas financeiras mais rapidamente.

Em resumo, a ensino financeira é importante porque nos ensina a tomar decisões financeiras conscientes e responsáveis. Ela nos ajuda a gerenciar melhor o nosso verba, a evitar dívidas e a investir de forma inteligente. Com uma boa ensino financeira, fica mais fácil depreender nossas metas financeiras e ter uma vida financeira mais saudável.

Dicas de ensino financeira para jovens

Quando falamos em planejamento financeiro que dê resultados, podemos recorrer ao livro O Sigilo da Instrução para a Saúde Financeira, de John Taylor Paiva (Clube dos Autores, 2013), onde diz que para chegar a requisito desejada é necessário gerenciar o verba, visando atingir ou permitir a satisfação pessoal para atender as necessidades e depreender os objetivos. Sem loucuras, podemos declarar que isso é verosímil através de treinamento permanente com suas finanças.

Para que isso aconteça, você precisa entender uma vez que funcionam as finanças pessoais e aprender algumas técnicas de controle de gastos. Para Chagas Lima, consultor financeiro da Estação Indoor, estas são algumas  das principais dicas:

1 – Saiba quanto você ganha e quanto você gasta

Faça um levantamento dos seus rendimentos e dos seus gastos mensais. Isso vai te ajudar a ter uma noção do seu orçamento mensal.

2. Poupe verba

Procure velar uma troço do seu verba todos os meses, mesmo que seja um valor pequeno. Essa é uma ótima forma de encetar a juntar verba para futuros investimentos ou despesas inesperadas.

3 – Invista em aplicativos de controle financeiro

Existem diversos aplicativos que podem te ajudar a controlar o seu verba, registrando todos os seus gastos. Isso te ajudará a ter uma teoria clara dos seus hábitos de consumo e onde você pode forrar.

4 – Zelo com as dívidas

Evite fazer dívidas que você não possa remunerar. Se você já tem dívidas, procure negociá-las para obter condições mais vantajosas de pagamento.

5 – Aprenda a investir

Invista seu verba em produtos que lhe tragam rentabilidade, uma vez que fundos de investimento com market share de uma empresa, títulos públicos ou imóveis. Isso vai te ajudar a ter um maior controle do seu verba e prometer uma melhor qualidade de vida no porvir.

6 – Planeje sua aposentadoria

Comece a poupar verba para a sua aposentadoria o quanto antes, para que você possa se prevenir de imprevistos financeiros no porvir. Procure entender um pouco melhor sobre fundos de previdência privada para complementar sua renda no porvir.

Seguindo essas dicas, você poderá ter uma boa ensino financeira e melhorar a sua forma de mourejar com o verba.

Dicas para manter o controle das finanças

Com a rotina cada vez mais corrida, fica cada vez mais difícil manter o controle das finanças. Para te ajudar, separamos algumas dicas:

  • Faça um planejamento financeiro: Anote todas as suas receitas e despesas para saber exatamente quanto você tem disponível para investir;
  • Pague as dívidas: Comece pelo aquelas com juros mais altos para evitar que o valor da dívida seja maior do que o valor inicial;
  • Investimento em aplicações financeiras: A longo prazo, os investimentos rendem mais do que a poupança. Escolha uma opção de investimento de negócio com o seu perfil e objetivo;
  • Zelo com o cartão de crédito: Evite usar o cartão de crédito para comprar itens supérfluos e sempre pague o valor totalidade da fatura;
  • Procure orientação profissional: Se você não se sente seguro para cuidar sozinho das suas finanças, procure ajuda de um profissional da extensão.

Com essas dicas, você será capaz de manter o controle das suas finanças e ter uma vida financeira mais tranquila.

Procure se informar mais!

A ensino financeira é extremamente importante para o dia a dia. Ela nos ensina a mourejar com o verba de maneira mais consciente e responsável, a fazer escolhas mais inteligentes e a planejar o porvir de maneira mais eficiente.

No entanto, infelizmente, a ensino financeira para jovens não é uma disciplina presente em muitos currículos escolares. Isso significa que muitas pessoas crescem sem aprender os conceitos básicos de finanças pessoais. Uma vez que resultado, elas podem enfrentar vários problemas financeiros no porvir, uma vez que dívidas excessivas, falta de poupança e investimento inadequado.

Por isso, é fundamental que as pessoas busquem informações por conta própria e se eduquem sobre assuntos relacionados às finanças pessoais. Existem diversos recursos disponíveis para isso, uma vez que livros, artigos, podcasts e cursos online. Destinar qualquer tempo para se educar financeiramente pode fazer toda a diferença para o porvir!

Você precisa fazer um planejamento financeiro e não sabe por onde encetar? Veja o vídeo do meio Me Poupe.

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima