Socorro porquê eu faço pra validar um CPF já irrito?

Se você deseja evitar problemas desagradáveis no porvir, nossa dica é que, se seu CPF está irrito na Receita Federalista, não deixe de regularizar essa situação.

A boa notícia é que isso pode ser muito simples de resolver, pois, em alguns casos, você nem precisa transpor de moradia.

Existe uma extensão específica, no site da Receita Federalista, só para isso, chamada “Meu CPF”.

Nela, você pode regularizar pendências porquê essa, além de emendar e complementar dados pessoais.

É importante manter o CPF atualizado para conseguir participar de programas do governo, que vão desde receber auxílio emergencial, por exemplo, à participação em concursos públicos.

Mas não exclusivamente isso: ter o CPF irrito significa que você não conseguirá solicitar empréstimos nem fazer crediários e também não vai poder tirar passaporte, ou seja, não conseguirá viajar para fora do Brasil também.

O que fazer quando o CPF está irrito

Existem tipos de situação cadastral para um CPF estar irrito, e existem motivos para cada situação.

Um CPF suspenso não é a mesma coisa que um CPF cancelado, por exemplo.

Logo é preciso entender o que deixou seu CPF irrito para saber o que fazer.

Às vezes, é preciso enviar declarações de Imposto de Renda atrasadas para regularizar o documento.

Nesse caso, você deve acessar o portal e-CAC e conferir o passo a passo para enviar os documentos atrasados ou talvez até precise enviar uma enunciação retificadora.

Depois que você entende o motivo de estar com o CPF irrito e realiza a ação para emendar essa situação, a Receita Federalista pede o prazo de 72 horas para conferir e atualizar a validade do seu documento no sistema da Caixa Econômica Federalista.

Assim, se você precisar do CPF para poder usar em qualquer programa do governo ou realizar um financiamento, por exemplo, vai ter que esperar esse tempo.

Situações em que o CPF está irrito

Conheça, aquém, os tipos de situação cadastral que um CPF irrito pode ter:

1.  CPF suspenso

Quando existe falta de informação ou dados registrados de maneira errada no seu cadastro de cidadão.

2.  Cancelado

Cá há a verosimilhança de múltiplas inscrições ou o cancelamento foi sentenciado por um pedido administrativo ou judicial.

3.  Pênsil de regularização ou CPF bloqueado

É quando o tributário precisa conferir sua situação com o Leão, porque quando o status do CPF mostra “Pênsil de Regularização”, significa que existe pelo menos uma enunciação de Imposto de Renda atrasada nos últimos cinco anos.

Se não for por impedido, a enunciação pode estar retida pela Receita Federalista, que é quando você precisa resolver pendências para transpor da malha fina.

4.  CPF nulo

Cá é quando tem alguma fraude comprovada na matrícula do documento.

5.  Titular falecido

Nesse caso, o documento foi cancelado porque a Receita Federalista constatou o falecimento do possuinte do documento.

Se esse for o seu caso, obviamente existe um erro e, portanto, você deve ir a uma unidade da Receita Federalista para provar o contrário.

6.  CPF regular

Também pode ser que, na consulta, você descubra que a situação do seu CPF é regular. Nesse caso, seu documento está limpo: está tudo simples e sem nenhuma pendência.

Uma vez que regularizar o CPF irrito

Uma vez que citado anteriormente, acessando a extensão chamada “Meu CPF“, no site da Receita Federalista, é verosímil regularizar o documento.

Mas é importante ressaltar que só quem possui a situação cadastral dada porquê suspensa é que consegue fazer essa regularização, pelo computador ou celular.

É o caso das pessoas que não foram obrigadas a entregar a enunciação do Imposto de Renda Pessoa Física nos últimos cinco anos ou não possuem qualquer pendência com o Leão.

Para aqueles que possuem pendências, a extensão “Meu CPF” traz um infográfico que mostra porquê permanecer em dia com o Leão e, no próprio site da Receita Federalista, é verosímil encontrar mais informações.

Mas seu CPF pode estar suspenso exclusivamente por falta de atualização nos dados pessoais, porquê nome ou endereço.

É universal ocorrer alguma mudança, porquê tálamo ou separação, e a pessoa terminar não atualizando a mudança junto à Receita Federalista.

Maiores de 16 anos ou responsáveis dos que forem menores de idade podem fazer a regularização pelo site.

Podem ser solicitados documentos que você vai precisar enviar para um endereço de e-mail.

Junto com eles, também pode ser preciso enviar uma selfie, para provar que os documentos que você está enviando são verdadeiros.

Resolver CPF irrito pelo site

Você pode fazer a regularização tanto pelo site da Receita Federalista, no seu computador, quanto pelo aplicativo “CPF Do dedo”, no seu celular, baixando na loja de aplicativos do seu smartphone.

Pelo site, faça o seguinte:

  1. Acesse Meu CPF.
  2. Escolha “Atualizar CPF”.
  3. Na próxima tela, você vai encontrar informações básicas sobre o que fazer e quais são as etapas para resolver a situação. Clique em “Etapas para realização desse serviço”.
  4. Vão furar algumas informações referentes aos documentos e observações gerais.
  5. Rolando a barra um pouco mais para plebeu, ainda na mesma página, você vai encontrar “Canais de Prestação”. Aquém desse título, clique em “Web: Regularizar CPF que esteja suspenso”.
  6. Aí é só preencher com as informações solicitadas, lembrando que os campos “Nome” e “Nome da Mãe” devem ser preenchidos conforme aparecem na Diploma de Promanação ou Diploma de Tálamo, porque qualquer letrinha errada vai motivar problemas no documento novamente. Clique em “Enviar”.

Manadeira: Leoa

Imagem: Leoa
Imagem: Leoa

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1