Saiba uma vez que importar dados da última enunciação de Imposto de Renda

O passo a passo para importar a enunciação de Imposto de Renda do ano anterior é relativamente simples. Basta furar o programa da Receita Federalista referente ao ano anterior, localizar a última enunciação na pasta “Transmitidas”, reproduzir o registo e importá-lo na seção de ajuste anual do programa do Leão referente ao ano atual.

Um tributário experiente sabe que importar os dados da última enunciação do Imposto de Renda pode otimizar muito o preenchimento da enunciação de tirocínio. Finalmente de contas, esse procedimento evita que o tributário esqueça de preencher um campo importante ou cometa erros de digitação.

Acompanhe levante item para saber a preço desse mecanismo e conferir o passo a passo para importar a última enunciação do Imposto de Renda.

Qual a preço de importar dados da enunciação do Imposto de Renda?

O principal obséquio dessa prática será otimizar o processo de preenchimento do documento pelo tributário, tornando-o mais prático. Finalmente, tratando-se da ficha “ Bens e Direitos”, por exemplo, a maioria dos dados geralmente permanecem inalterados.

No entanto, além de tornar o processo mais manipresto e poupar tempo, a importação de dados impede que o tributário cometa erros de digitação ao preencher todos os campos novamente e se esqueça de inserir informações importantes durante o procedimento.

Por isso, em resumo, faça a importação de dados de uma enunciação para outra sempre que provável.

Uma vez que importar a enunciação do Imposto de Renda?

Se você ainda possui o programa do IRPF do ano anterior

  1. Abra o programa do IR 2020.
  2. Localize a enunciação na pasta “Transmitidas”, disponível na tela inicial do programa.
  3. Selecione a enunciação que deseja reproduzir.
  4. Clique no ícone em forma de disquete no esquina recta da tela para fazer uma reprodução do registo.
  5. Escolha em qual pasta do computador deseja salvar a reprodução da enunciação e a reprodução do recibo de entrega.
  6. Abra o programa do IR 2021.
  7. Clique em “Novidade”.
  8. Escolha o tipo de enunciação > ajuste anual.
  9. Aperte em “Importar enunciação de 2020”.
  10. Selecione a pasta do computador em que você salvou o registo de 2020.

Se o programa do IRPF foi extinto do seu computador

Se, ao extinguir o programa do IRPF do computador, o usuário da máquina tenha optado em manter as declarações arquivadas no sistema operacional, é provável que uma pasta com a sua última enunciação ainda exista.

Para localizar a pasta do registo da última enunciação do Imposto de Renda e importar seus dados para a enunciação atual:

  1. Abra o “Explorador de Arquivos” do computador.
  2. Clique na Unidade de Disco Principal para furar a lista de pastas principais.
  3. Procure a pasta com o nome “Arquivos de Programas RFB”.
  4. Clique para abri-la.
  5. Abra a pasta “IRPF 2020”, disponível dentro da pasta “Arquivos de Programas RFB”.
  6. Localize, dentro da pasta, uma outra nomeada “Transmitidas”.
  7. Identifique o registo da enunciação (DEC) e o registo do recibo da enunciação (REC).
  8. Selecione os dois arquivos e clique em reproduzir.
  9. Cole os arquivos em uma pasta de fácil ingressão.
  10. Abra o programa do IR 2021.
  11. Clique em “Novidade”.
  12. Escolha o tipo de enunciação > ajuste anual.
  13. Aperte em “Importar enunciação de 2020”.
  14. Selecione a pasta do computador em que você salvou o registo de 2020.

Uma vez que restabelecer a enunciação do Imposto de Renda transmitida?

Se o tributário teve um problema sério com o computador ou não conseguiu encontrar de nenhum modo o registo, será necessário entrar em contato com a Receita Federalista para restabelecer a enunciação do Imposto de Renda transmitida.

O declarante pode solicitar a reprodução da enunciação do ano anterior pelo portal e-CAC ou obter a segunda via do documento direcionando-se à unidade mais próxima da Receita Federalista, mediante agendamento pelo telefone 146.

Há duas formas de acessar a enunciação transmitida pelo portal e-CAC, a primeira destinada aos contribuintes que possuem o certificado do dedo, a segunda para quem não possui.

Com certificado do dedo

  1. Acesse o portal e-CAC.
  2. Clique na opção de ingressão com certificado do dedo e entre no sistema.
  3. Acesse a página “Meu Imposto de Renda”.
  4. Encontre a pilar “Enunciação”.
  5. Localize o item “Decrescer registo da enunciação entregue”.
  6. Selecione o ano desejado e baixe a reprodução do registo no seu computador.
  7. Abra o programa do IR 2021 e repita o passo a passo mencionado supra.

Com código de ingressão e senha

  1. Siga as instruções do portal e-CAC para gerar um código de ingressão e senha.
  2. Entre no portal utilizando CPF, código de ingressão e senha.
  3. Selecione a opção “Processos Digitais (e-Processo)”.
  4. Clique em “Furar Dossiê Do dedo de Atendimento”.
  5. Localize o campo “Dimensão de concentração de serviço”.
  6. Escolha a opção “Transcrição de Documentos”.
  7. Selecione no campo “Serviço” a opção “Obter reprodução da última enunciação IRPF entregue”.
  8. Clique em “Furar dossiê de atendimento”.
  9. Acesse a reprodução da enunciação solicitada na pasta “Meus processos” dentro do sistema e-CAC (ignore a mensagem do sistema que pede para apensar documentos ao dossiê, pois não há urgência).

Prontinho! Agora, você pode importar os dados da sua última enunciação do Imposto de Renda de um ano para outro, seguindo esse mesmo passo a passo sempre que precisar, sem que seja necessário preencher novamente os dados que permaneceram os mesmos.

Manancial Original de Leoa

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Manancial do Item

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima