Saiba quais são os 8 melhores investimentos para aposentadoria


Neste item iremos apresentar oito melhores opções de investimentos para a aposentadoria, para que o cidadão possa não unicamente poupar ao longo da vida, mas sim, fazer crescer seu patrimônio e, quem sabe, ter uma vetustez tão seguro economicamente quanto durante a juventude.

Com a possibilidade de uma Reforma da Previdência batendo à porta, muitas pessoas passaram a se preocupar ainda mais com o porvir. Assim, para manter a qualidade de vida na melhor idade, a opção mais adequada pode ser investir mais do que “juntar” verba.

Investir enquanto ainda se está no mercado é a melhor maneira de prometer boa rentabilidade no porvir. (Foto: Divulgação).

O Brasil possui um histórico muito grande de instabilidade econômica, por conta disso, também é mais seguro investir do que unicamente depender do sistema previdenciário, que ainda pode suportar muitas alterações ao longo das próximas décadas.

Melhores investimentos para a aposentadoria

A principal atitude para ter uma aposentadoria tranquila é debutar economizando segmento da renda para que, em seguida, seja provável pensar em investir esse verba. Veja subalterno algumas das opções de investimento para a aposentadoria:

1 – Investimento em títulos do Tesouro Direto

Esta opção pode ser muito vantajosa para os aposentados. Isso porque ele é um investimento de renda fixa e que rende mais que a poupança. Ao comprar títulos do Tesouro Direto, o investidor torna-se credor do Estado que é considerado um bom pagador o que diminui possíveis riscos, aumentando a rentabilidade.

Dentre as opções de ofício no Tesouro Direto, a indicação para se ter o retorno de pequeno e médio prazo é o chamado Tesouro SELIC, que está diretamente associada às taxas de renda Selic que possuem altos juros. Por esta razão, é provável aproveitar essas altas taxas para fazer seu verba render mais.

O Tesouro IPCA também pode ser uma boa opção, pois o título é indexado sobre a inflação do país, sendo assim uma boa oportunidade para manter seu verba rendendo sempre supra da inflação.

Para realizar a compra de títulos no Tesouro Direto basta que o investidor tenha seu CPF cadastrado em um banco ou corretora habilitado para operar junto ao Tesouro.

2 – Fundos de Investimentos

Apostar em um Fundo de investimentos pode ser também uma boa opção para quem deseja fazer investimentos para aposentadoria. Neste caso, um gestor especializado irá gerir os investimentos de conciliação com sua política de atuação.

Para quem deseja um rendimento de longo prazo, esta é acaba sendo uma opção vantajosa, pois o gestor do fundo terá mais tempo para obter um melhor desempenho e gerar mais renda para o cotista.

3 – Fundos de renda fixa

Os Fundos de renda fixa são um tipo de fundo de investimento considerados um dos mais seguros para aqueles que desejam investir com o menor risco provável e com maior previsibilidade.

Isso porque, diferentemente de outros fundos, os fundos de renda fixa possuem um percentual de 80% pré-determinado de investimentos de renda fixa. Tal propriedade se dá porque nascente fundo acompanhe normalmente as taxas de juros do mercado e os principais índices de inflação.

4 – Fundos de investimento imobiliário

Considerando que o valor da aposentadoria para grande segmento dos brasileiros pode diminuir caso a Reforma da Previdência seja aprovada pelo Congresso Vernáculo, é importante que os aposentados possam ter um complemento de renda.

Diante desse cenário, um dos investimentos que pode servir para complementar a aposentadoria é o fundo de investimento imobiliário. Neste caso também, cabe a um perito que fará a ofício dos seus investimentos em diferentes ativos imobiliários.

Uma das vantagens dessa forma de investimento, é que o reformado fica menos dependente de um só investimento. O que pode prometer um retorno financeiro mais evidente e rápido, possibilitando o complemento da renda.

5 – Previdência privada

A Previdência privada tem sido uma saída para muitos trabalhadores com receio de não conseguir se reformar com a renda que deseja, caso dependa da aposentadoria pública à margem de uma Reforma.

Para investir em uma Previdência privada é importante que o cidadão se informe sobre diversas questões uma vez que: as taxas cobradas, e se o valor que receberá no porvir corresponde de indumento aquele esperado. Portanto, uma pesquisa sobre qual Previdência privada escolher é a melhor opção.

6 – Letras de Crédito Imobiliário (LCI)

Por meio desta opção, o investidor se torna uma espécie de financiador de ações que estimulem o mercado imobiliário. Uma das grandes vantagens dessa forma de investimento para aposentadoria é que ele é totalmente isenta de Imposto de Renda.

Investir em LCI é mais indicado para quem já conseguiu zelar uma quantia considerável de recursos, pois o investimento inicial pode ser bastante basta.

7 – Investir na compra direta de imóveis

Investir em imóveis é uma opção bastante universal para quem deseja fazer seu verba render e formar um bom pé de meia para o porvir. Mas é importante sempre observar a verdade imobiliária para identificar possíveis desvalorizações de imóveis em determinados momentos.

8 – Certificado de Repositório Bancário (CDB)

Também considerado um investimento seguro e com possibilidade de retorno em pequeno prazo, com o CDB o investidor adquire títulos para financiar operações bancárias, uma vez que é caso dos empréstimos.

Desse modo, o Banco paga ao cidadão o valor investido acrescido de uma rentabilidade que está atrelada a Taxa CDI que é utilizada para definir os rendimentos dos Certificados de Depósitos Bancários, pois é com base nessa taxa que os Bancos conseguem captar verba.

Restou alguma incerteza sobre as melhores opções de investimentos para a aposentadoria? Deixe um glosa.


Manadeira do item

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1