Recta à aposentadoria por idade rústico não é obtido pela receita

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federalista da 1ª Região (TRF1) entendeu que o recta à aposentadoria por idade rústico do trabalhador que já cumpriu todos os requisitos não está submetida a receita.

No caso, o trabalhador rústico já havia cumprido todos os requisitos para a licença da aposentadoria. Porém, o Instituto Pátrio do Seguro Social (INSS) indeferiu o pedido. Em seguida alguns anos, o segurado recorreu da decisão judicialmente. Em primeira instância, foi proferida uma sentença que assegurava o recta do trabalhador ao favor. Porém, o INSS recorreu da decisão ao TRF1. Para o Órgão, o segurado não teria mais porquê compreender a aposentadoria por vias jurídicas, visto que havia se pretérito mais de 5 anos. Logo, ocorreu a receita do recta ao favor.

Ao averiguar o caso, o TRF1 entendeu que exclusivamente ocorre a receita das parcelas vencidas da aposentadoria, não pagas no período de 5 anos do ajuizamento da ação. Outrossim, o Tribunal relembrou uma jurisprudência do Supremo Tribunal Federalista (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que explica o recta à previdência social dos segurados:

“o recta à previdência social constitui recta fundamental e, uma vez implementados os pressupostos de sua compra, não deve ser afetado pelo decurso do tempo”

Dessa forma, o TRF1 decidiu manter a sentença que garantia o recta do trabalhador à aposentadoria por idade rústico. Agora, cabe ao INSS a licença do favor.

 

Com informações do TRF1.

Processo: 1011882-15.2021.4.01.9999

Quer saber mais sobre a aposentadoria por idade rústico? Portanto, assista o vídeo!

Quer se manter informado com as principais notícias no mundo do recta previdenciário? Portanto, não deixe de acessar o site do Previdenciarista!


Prev Casos

Você é segurado e está nessa situação? Portanto, acesse o Prev Casos! Clique AQUI e responda um formulário rápido e prático. Em seguida um dos advogados do nosso banco de especialistas vai entrar em contato com você!

Você é ADVOGADO(A)? Portanto, receba novos casos no conforto de sua morada ou escritório: Clique cá para saber o PREV CASOS 

Diretório de Advogados

Você prefere escolher livremente um jurisconsulto de sua região? Portanto, basta acessar o nosso Diretório de Advogados. Clique AQUI. Assim, você encontra Advogados Previdenciaristas na sua região.

Nascente do cláusula

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima
1