Qual foi o aumento da aposentadoria em 2020?

Milhares de brasileiros estão de olho no aumento da aposentadoria para 2020. Com o novo reajuste, o Instituto Pátrio do Seguro social (INSS) vai aumentar os valores dos benefícios.

Todo início de ano, os valores dos benefícios previdenciários são reajustados. Quem recebia R$998,00 em 2019 será remunerado com R$1.039 ao longo de 2020 (novo salário mínimo). Os aposentados que ganham supra do mínimo também terão aumento.

Qual é o aumento da aposentadoria para 2020?

O aumento da aposentadoria para 2020 é de 4,48%. O porcentual leva em consideração o Índice Pátrio de Preços ao Consumidor (INPC), atualizado anualmente. Para o reajuste entrar em vigor, no entanto, o Governo Federalista ainda precisa publicar uma portaria no Quotidiano Solene da União.

Com o reajuste de 4,48%, o teto do INSS subirá de R$5.839,45 para R$6.101,05 em 2020. O acréscimo no pagamento dos aposentados e pensionistas que recebem o valor supremo será de R$261,60.

Quem recebe salário mínimo sairá perdendo. O valor estabelecido pelo Governo Federalista fica aquém do porcentual de reajuste, ou seja, representa um aumento de unicamente 4,1%. Vale lembrar que 70% dos aposentados e pensionistas do INSS recebem o piso vernáculo.

Os segurados que ganham supra de um salário mínimo por mês e se aposentaram a partir de fevereiro de 2019 terão um reajuste proporcional. Esse acréscimo depende da quantidade de meses em que o mercê foi pago pelo INSS.

Em 2019, os benefícios previdenciários foram reajustados em 3,43%, segundo o resultado da inflação. Com o aumento, é esperado uma novidade tábua de contribuições do INSS, com todos os valores atualizados.

Os aposentados com até 64 anos de idade, que recebem mais de R$ 1.903,98, têm desconto de Imposto de Renda.

Atualização na tábua de taxa

Os valores das contribuições serão reajustados a partir de fevereiro de 2020, quando os segurados precisam recolher os valores referentes a janeiro. Antes da reforma, a tábua tinha unicamente três faixas de taxa: 8%, 9% e 11%. No entanto, os percentuais foram alterados e são progressivos, porquê já acontece com o Imposto de Renda.

Com a reforma da previdência já em vigor, a tábua terá alíquotas que variam de 7,5% a 14%. Nesse novo sistema de recolhimento, os trabalhadores que recebem mais do que o teto também contribuem mais com o INSS todo mês. A novidade tábua do INSS, com as alíquotas atualizadas, começará a valer em março de 2020.

Calendário de pagamentos INSS 2020

Em 2020, tapume de 35 milhões de brasileiros receberão aposentadorias e pensões com valores reajustados. Para aqueles que recebem até um salário mínimo federalista, o pagamento cairá na conta entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro. Já os beneficiários que recebem mais do que o piso vernáculo terão os valores creditados a partir de 03 de fevereiro.

A data de repositório da aposentadoria ou pensão varia conforme o número final do cartão do mercê. Para verificar essa informação, o titular deve considerar o último número (sem narrar o dígito verificador depois do traço).

Suponha que o número do mercê é 321.554.978-3. Desconsidere o dígito 3, pois o número final é 8.

Veja aquém o calendário de pagamentos do INSS 2020:

Calendário de pagamentos do INSS 2020

Ainda tem dúvidas? Entre em contato pelo telefone 135 ou acesse a plataforma Meu INSS para consultar o extrato.

 

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1