quais os impactos nos investimentos?

O mercado financeiro e, consequentemente, a sua carteira de investimentos podem ser afetados por diversos fatores. Entre eles, estão o preço do petróleo e uma eventual subida — ou baixa — que pode ocorrer sobre esse resultado ao longo do tempo.

Ao observar os últimos anos, você notará que o preço do barril de petróleo passou por altos e baixos e afetou a cotação de ativos financeiros. Por isso, vale a pena saber qual é o impacto que esse elemento pode provocar na sua estratégia e uma vez que se proteger das variações do mercado.

Neste cláusula, nosso time, da Genial Investimentos, mostra uma vez que a subida do preço do petróleo pode afetar seus investimentos.

Confira!

Qual é a relevância do petróleo no transacção internacional?

Antes de compreender os impactos do preço do petróleo no mercado, vale a pena entender por que esse resultado é tão importante. Na prática, o petróleo é considerado uma commodity energética e está relacionado a múltiplos acordos de transacção internacional.

A relevância do petróleo se deve ao trajo de ele ser a manancial de força mais relevante e mais utilizada do mundo. Por meio dele, são produzidos variados combustíveis, uma vez que a gasolina e o diesel. Por sua vez, esses produtos abastecem veículos distintos e estão relacionados a múltiplas atividades econômicas.

Logo, ainda que tenha ocorrido um esforço para reduzir o consumo de combustíveis fósseis nas últimas décadas, o petróleo continua tendo grande relevância global. Por conta disso, qualquer mudança nas condições de negociação desse resultado pode afetar diversas economias.

Uma vez que a subida do petróleo no mundo impacta a economia e os investimentos?

Ao saber qual é a influência do petróleo no mundo, é mais fácil compreender que o aumento do preço desse resultado tem impactos significativos. Em 2022, em peculiar, essa questão passou a exigir mais atenção.

No mês de março de 2022, o preço do barril de petróleo Brent atingiu 139 dólares — o maior valor desde 2008, quando houve a crise no mercado imobiliário dos Estados Unidos. Em troço, esse movimento foi resultado da guerra entre a Rússia e a Ucrânia. Isso porque a Rússia é uma das maiores exportadoras de petróleo do mundo.

Porém, o petróleo já apresentava uma tendência de subida devido à pandemia de covid-19. Inicialmente, a suspensão temporária das atividades econômicas ao volta do mundo diminuiu a demanda por petróleo, o que também reduziu a produção.

Com o progresso da vacinação e o relaxamento das medidas de isolamento, a demanda por petróleo voltou a crescer, mas a oferta não acompanhou devido ao sub-investimento no segmento de exploração e produção nos últimos anos. Por motivo desse desequilíbrio entre oferta e procura, o preço começou a subir.

Todavia, o movimento de subida pode provocar impactos em diversos aspectos da economia mundial e no mercado de investimentos. Quer desvendar quais são esses efeitos?

Logo confira quais tendem a ser os principais desdobramentos desse cenário sobre o mercado!

Aumento do preço das commodities

Por ser uma das commodities mais importantes, o petróleo pode ajudar a estabelecer um ciclo de subida no preço de outras matérias-primas de relevância global.

Nesse cenário, pode ocorrer um aumento na procura do gás proveniente, da cana de açúcar para produzir etanol e de outros produtos. Com isso, essas matérias-primas podem apresentar uma elevação nos preços.

Ou por outra, a valorização do preço do petróleo favorece o desempenho de empresas e países exportadores desse resultado. Desse modo, os investimentos nas ações de petroleiras, por exemplo, podem ser favorecidos.

Aumento na inflação

Outro efeito da subida do preço do petróleo envolve a inflação. Isso acontece porque esse resultado impacta diretamente o preço de outros itens importantes, uma vez que os combustíveis. Uma vez que consequência, toda a calabouço produtiva pode ser afetada.

O transporte de matérias-primas e produtos, por exemplo, fica mais custoso. Em universal, costuma possuir a transmissão desse preço para o consumidor final, elevando a inflação.

No mercado de investimentos, isso significa uma redução da rentabilidade real obtida — que é o retorno líquido do aporte, descontando a inflação. Portanto, em períodos de progresso inflacionário, os investimentos precisam apresentar um desempenho maior para o patrimônio apresentar uma evolução verdadeira.

Elevação dos juros

Com o aumento da inflação, é generalidade que haja a adoção de uma política monetária mais rigorosa. No Brasil, por exemplo, isso tende a se refletir em um progresso da taxa básica de juros (Selic), por decisão do Banco Medial (Bacen).

Essa elevação nos juros dificulta o aproximação ao crédito e pode desestimular a economia. Por outro lado, é um cenário que pode aumentar o rendimento de investimentos atrelados a esse indicador, uma vez que títulos de renda fixa. Já os ativos de renda variável podem se tornar menos atraentes.

Queda no dólar

Além dos outros impactos, a subida no preço do petróleo — e mesmo no preço de outras commodities — pode modificar o desempenho do dólar. No caso de ocorrer um aumento na taxa Selic, mais investidores estrangeiros podem ser atraídos para o Brasil, por exemplo.

Esse movimento de atração de capital estrangeiro pode ser fortalecido pela eventual performance positiva de empresas de commodities. Com isso, a tendência é aumentar a disponibilidade de moeda americana no mercado, o que pode levar a uma desvalorização do dólar.

Uma vez que investir diante desse cenário?

Até cá, você viu os principais motivos para a subida do preço do petróleo e uma vez que esse cenário pode impactar o transacção global e o mercado de investimentos. Agora, é preciso entender uma vez que investir considerando esse contexto.

Uma das principais dicas é focar na diversificação dos investimentos. Ao escolher ativos de classes, mercados e níveis de riscos diferentes, você evita que seu verba dependa de poucas condições do mercado. Desse modo, é verosímil se proteger da volatilidade e evitar ou reduzir perdas.

Ou por outra, você pode investir para lucrar com a subida dos preços de commodities, uma vez que é o caso do petróleo. Nesse sentido, pode ser interessante buscar ações do setor para tomar esses movimentos.

Dependendo do seu perfil de investidor e dos seus objetivos, existe a chance de operar com derivativos. Com contratos futuros, por exemplo, você pode se posicionar favoravelmente ao aumento do preço do petróleo e apurar ganhos, se esse movimento se concretizar — embora existam riscos perdas.

Ainda, existe a possibilidade de pensar em investimentos de renda fixa atrelados à inflação. Eles podem ser úteis para você mitigar os impactos do progresso inflacionário, protegendo o desenvolvimento do seu patrimônio.

Neste cláusula, você entendeu o que pode provocar a subida do preço do petróleo e quais tendem a ser os impactos desse cenário. Assim, é verosímil se proteger ou mesmo aproveitar o contexto de preços para buscar oportunidades de lucros no mercado financeiro.

Quer explorar as diferentes oportunidades do mercado financeiro? Abra sua conta na Genial Investimentos e comece a investir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1