Perícia médica do INSS: 3 dicas indispensáveis

Você está com uma perícia do INSS marcada? Se sim, confira nossas 3 dicas indispensáveis para a perícia médica do INSS.

Frequentemente, vemos os segurados com receio da perícia, sem saber o porquê proceder nessa hora e com pânico de perder o mercê por não apresentar os requisitos exigidos.

Portanto, pensando nisso, criamos oriente post principalmente para sanar essas dúvidas e sossegar a tensão de quem está se preparando para oriente momento.

Assim, se você for passar por uma perícia, continue esta leitura e aproveite essas dicas.

Dica 01: Mantenha sua documentação completa e atualizada – Perícia médica do INSS

Antes de tudo, o segurado precisa permanecer prudente à documentação que deve apresentar.

Mantenha a documentação atualizada e completa, pois isso é fundamental para uma perícia muito sucedida, pois um completa o outro.

Quando dizemos documentação atualizada, não estamos falando unicamente do seu endereço e documentos pessoais, mas, principalmente dos documentos que comprovam a sua incapacidade.

Documentos porquê  laudos médicos, exames médicos, receitas, etc. documentos que comprovam a sua situação de saúde e que você não está em condições para o trabalho.

Manter essa documentação atualizada significa que seus laudos mais recentes devem ter 03 meses ou menos, para atestar que aqueles laudos e exames refletem a sua situação de saúde atual.

Verifique se você está apresentando os exames corretos e se os laudos são específicos daquela incapacidade que você está sofrendo e pleiteando seu mercê perante o INSS.

Dica 02: Unicamente responda o que lhe perguntarem e foque no seu pior problema – Perícia médica do INSS

Quem conduz a perícia é o perito, portanto, evite o excesso de informações desnecessárias.

Resposta ao que o perito lhe questionar e evite abordar assuntos que não foram questionados na perícia.

Aliás, entenda que se você está se afastando por um problema de saúde, oriente é o foco da sua solicitação. Portanto, evite abordar outros problemas menores, caso não tenham relação com a incapacidade que gerou o seu encolhimento.

Dica 03: Deixe evidente porquê a sua incapacidade afeta o seu trabalho

Por término, uma dica muito importante é provar que a sua incapacidade afeta o seu trabalho.

Isso será comprovado através dos seus laudos e exames, mas, quando tiver oportunidade, esclareça porquê aquela incapacidade impede você de executar as suas tarefas trabalhistas no dia a dia.

Essas são as nossas 3 dicas indispensáveis para a perícia médica do INSS. Se você tem mais alguma incerteza sobre oriente tópico, deixe um reparo para nós.

Lembramos que se você tem alguma dificuldade para fazer a sua solicitação, entender quais são os seus direitos, busque o escora de um jurisperito previdenciário.

Por último, lembre que a decisão INSS não é absoluta. Isso significa que se o INSS nega um mercê injustamente é provável recorrer judicialmente judicialmente desta decisão.

Nesses casos, busque sempre o escora de um jurisperito previdenciário de sua crédito para te facilitar nessa estudo

Laura Elisa Fernandes Porto Costa, OAB/MG 172.171, redigiu oriente cláusula.

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima