O que é e quais são as vantagens do planejamento tributário?

O planejamento tributário nada mais é do que uma forma do empreendedor diminuir o pagamento dos tributos. É preciso estruturar o seu negócio da maneira que melhor lhe pareça. Afinal quem não quer diminuir os custos do empreendimento, principalmente no que está relacionado aos impostos?

Nessa leitura vamos falar sobre quais as vantagens de realizar um planejamento tributário. Acompanhe a leitura.

O que é Planejamento Tributário?

O planejamento tributário visa a economia legal da quantidade de dinheiro a ser entregue ao governo. Os tributos representam importante parcela dos custos das empresas, senão a maior. Com a globalização da economia, tornou-se questão de sobrevivência empresarial a correta administração do ônus tributário.

O planejamento vem de encontro justamente para escolher qual regime tributário melhor se adequa ao empreendimento. Afinal ninguém quer pagar tributos equivocados ou calcular os impostos ou taxas de maneira inadequada à sua realidade.  Trata-se de desperdício financeiro que impacta diretamente o fator custo e, consequentemente, nos preços de produtos e/ou serviços sugeridos ao consumidor final.

Desta forma pode comprometer a competitividade da empresa e este não é, de forma alguma,o objetivo proposto ao abrir um negócio.

Por que fazer e quais as vantagens?

A grande vantagem do planejamento tributário é a redução da carga tributária direta, embora a despesa seja mantida. Se a despesa tributária diminui, o lucro aumenta. No caso do corretivo (de passivo já existente), alguns benefícios são:

  • redução e afastamento de riscos fiscais. Empresas que tomam créditos que não podem tomar, conforme seu desenho societário, estão expostas a autuações. Há multas que chegam a 150% do valor devido do tributo. Vale reforçar que isso é para organizações que já estão expostas ao risco, em que existe passivo;
  • há situações em que haverá reflexo numa proteção patrimonial da empresa;
  • melhorar a gestão das atividades executadas. No exemplo do supermercado, se abrirmos dois CNPJs, a administração levantará mais facilmente todos os custos/despesas só para a transportadora. Isso evitará confusões com gastos de folha, por exemplo, da equipe do supermercado.

Para a realização de uma boa gestão e planejamento de tributos é importante considerar a totalidade dos impostos e taxas incidentes na operação da empresa. Portanto, depois de analisar os tributos individualmente, é preciso confrontar a redução da carga tributária efetiva.

No momento que se toma a decisão de reduzir o custo tributário efetivo da empresa, é imprescindível que todos os envolvidos estejam cientes dos esforços necessários para que a operação como um todo tenha sucesso.

É importante, também, que todos os estudos estejam alinhados ao Planejamento Estratégico da empresa e considerem o seu crescimento atual e futuro. Dessa forma, quando ocorrer alguma mudança de tributação, toda a operação estará alinhada e preparada para as alterações.

A tarefa pode ser um pouco complexa para quem é leigo na área. Por isso, a ajuda de um profissional da área de contabilidade é imprescindível. Sugerimos que você busque os serviços de um contador.

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Fonte do Artigo

Anterior

Ninguém acerta a Quina e prêmio vai a R$ 19 milhões

Próximo

Veja o que são doenças do trabalho e saiba como evita-las

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.