MEU INSS: Uma vez que não errar

Você vai fazer o pedido do seu mercê e quer saber Uma vez que não errar no MEU INSS? Confira as nossas dicas especiais e fique de olho para não furar mão dos seus direitos.

O INSS concede benefícios involuntariamente?

Sim, existe essa possibilidade.

Mas para isso o segurado deve permanecer muito precatado às regras de solicitação do mercê para aumentar as chances de que isso ocorra.

A licença automática do mercê acontece quando o INSS o analisa involuntariamente, ou seja, no ato do requerimento, sem trespassar de lar.

Para isso é importante, antes de tudo, fazer o cadastro no MEU INSS.

Se você já tem o seu cadastro, vamos dar algumas ficas para você prometer que a sua solicitação tenha sucesso!

Uma vez que não errar no MEU INSS

O ponto chave para você ter sucesso no seu pedido é informar corretamente todos os dados sobre seu histórico de trabalho, ou seja, os vínculos (empresas ou locais em que já trabalhou) e períodos trabalhados e contribuídos que, possivelmente, não estejam registrados no sistema do INSS.

Segundo o próprio INSS, os casos mais comuns de informações que o segurado insere incorretamente no Meu INSS são:

  • períodos trabalhados em atividade rústico ou em órgãos públicos (pois possuem regime previdenciário dissemelhante);
  • períodos uma vez que professor, cujas regras são diferentes de pacto com o nível de ensino;
  • comprovação de insalubridade/periculosidade para Aposentadoria peculiar
  • dentre outros.

Por isso, antes de tudo, identifique quais são os documentos que você precisa apresentar, confira se estão todos corretos e anexe no MEU INSS. Lembramos que é com base nesses documentos anexados e nas respostas dadas pelo cidadão na hora de fazer a solicitação, que o INSS faz a primeira lanço da estudo,  ou seja, a estudo automática.

Portanto, se estiver tudo evidente com o pedido, é verosímil que o INSS conceda o mercê de súbito. Lembramos que essa não é a regra, mas apresentar os documentos de forma correta sempre ajuda o seu processo a ser mais célere.

Caso falte alguma informação, o sistema do MEU INSS vai solicitar involuntariamente, ou seja, ele vai indicar quais documentos faltam e que são necessários para peroração da estudo.

Confirme se o tempo de trabalho está correto

Essa é uma das etapas mais importantes na hora de requerer o mercê, pois é justamente nessa hora que você informa se falta qualquer oferecido nos sistemas do INSS ou se precisa emendar qualquer valor de “salário de taxa” (o salário que você realmente recebia em um determinado lugar de trabalho) para que seu mercê seja analisado corretamente.

Ou seja, fazer uma “universal” no seu EXTRATO CNIS é muito importante para solicitar o seu mercê, pois caso se alguma informação estiver incorreta, ela poderá atrapalhar sua solicitação. Algumas informações que podem estar inconformes no seu CNIS são:

  • Salário de taxa incorreto
  • Período trabalhado não computado
  • Data de ingresso e saída incorretas

Portanto, não dê bobeira! Confira se você preenche todos os requisitos e em caso de dúvidas busque o pedestal de um profissional da superfície previdenciária.

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima