INSS facilita o Auxílio-Doença 2022

INSS facilita a licença do Auxílio-Doença 2022. Você pode fazer o pedido do auxílio por incapacidade temporária sem perícia.

Quer conferir os detalhes para prometer leste favor? Continue conosco!

INSS facilita o Auxílio-Doença 2022

Primeiramente, informamos que a novidade já está valendo! Você pode entrar com o pedido de favor por incapacidade temporária (macróbio auxílio-doença) sem perícia.

Essa opção é válida nas localidades em que o tempo de espera para a realização da perícia é superior a 30 dias.

E quem já tem perícia agendada?INSS facilita o Auxílio-Doença 2022

Nesses casos o segurado solicitar a troca, ou seja, mudar o procedimento de com para sem perícia.

Ou seja, você pode fazer essa troca pelo MEU INSS (aplicativo e site) entrando na opção “Auxílio por incapacidade temporária – Estudo Documental – AIT” pelo Meu INSS.

Isso cancelará a perícia anterior, mas a data de ingressão do requerimento inicial continua a mesma.

Vale lembrar que não é automática a licença do favor. Portanto, você precisa apresentar o atestado médico e os documentos complementares comprobatórios da doença serão submetidos à Perícia Médica Federalista, que realizará a estudo dos documentos.

03 passos para pedir o favor

  1. Acesse o aplicativo do MEU INSS pelo celular ou pelo endereço meu.inss.gov.br.
  2. Clique em “Agendar Perícia” e, depois, em “Perícia Inicial”.
  3. Caso os documentos médicos estejam conforme as orientações e o segurado queira o atendimento à intervalo, deverá clicar em “Sim” e, em seguida, em “Continuar”.

O procedimento é o mesmo tanto para quem vai dar ingressão no pedido quanto para quem já tinha a perícia agendada.

Quais informações o laudo médico deve moderar? 

Antes de tudo, o documento precisa ser legível e sem rasuras, aliás, a emissão deve ocorrer com 30 dias ou menos da Data de Ingresso do Requerimento – DER.

Ele deverá moderar as seguintes informações:

a) nome completo do requerente;

b) data de início do repouso e o prazo estimado necessário;

c) assinatura do profissional emitente e selo de identificação, com registro do Recomendação de Classe (Recomendação Regional de Medicina – CRM, Recomendação Regional de Odontologia – CRO ou Registro do Ministério da Saúde – RMS), que poderão ser eletrônicos ou digitais, desde que respeitados os parâmetros estabelecidos pela legislação vigente; e

d) informações sobre a doença ou Classificação Internacional de Doenças – CID.

Portanto, confira a sua documentação confirme se realmente ela está de concordância com a legislação.

Prazo para estudo do favor

O favor outorgado dessa forma é temporário, ou seja, ele serve para que você não te prejudicar pela vagar do INSS em explorar suas informações e agendar a perícia.

Por isso, os benefícios concedidos através de estudo de atestado não poderão ter duração superior a 90 dias.

Portanto, podendo ser exclusivamente um retiro com o totalidade de 90 dias, ou vários afastamentos, que ao somar, não superam 90 dias.

Já solicitei um favor sem perícia, posso pedir outro?

Se o INSS já concedeu para você leste favor e o prazo de duração está esgotando sem melhora no seu quadro de saúde, você deverá fazer um novo pedido.

Atenção, o sistema só aceitará novo pedido de favor com estudo de atestado 30 dias depois o resultado da última estudo.

Fique de olho nessas dicas e garanta os seus direitos.

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1