Ganhei BDR do Nubank. Devo declarar no Imposto de Renda?

Alguns clientes do Nubank estão sendo presenteados com BDRs e tornando-se “sócios” da instituição. Agora, os novos investidores querem saber se devem declarar o BDR do Nubank no Imposto de Renda e porquê fazê-lo.

Já adiantando: sim! Você vai precisar declarar esse pedacinho do Nubank e informar sobre esse investimento ao Leão, mas isso não quer expressar, necessariamente, que terá que remunerar tributos à Receita Federalista por isso.

A iniciativa da instituição que dá BDR aos clientes foi chamada de NuSócios e anunciada recentemente, em paralelo à oferta pública inicial de ações (IPO) do banco na B3.

De conciliação com o NuSócios, quem tem conta bancária Nubank, está ativo e não é inadimplente pode receber de perdão o certificado BDR – Brazilian Depositary Receipt – que equivale a 1/6 de uma ação ordinária classe A da Nu Holdings. Assim, passa a “possuir” uma troço da empresa sem gastar zero a mais por isso.

Mas, atenção: NuSócios não são verdadeiramente sócios do Nubank! Enfim, não têm recta a voto e às tomadas de decisões da empresa, por exemplo.

Para entender mais sobre esse tema, o que são os BDRs dessa instituição financeira, quando e porquê declará-los no seu Imposto de Renda, continue a leitura.

Ganhei BDR do Nubank. Tenho que declarar?

Sim. No IR que será entregue em breve, no ano-exercício de 2022 (referente a 2021), não, salvo algumas exceções. Mas no próximo, com certeza!

Mesmo clientes Nubank que não ultrapassem o limite de renda estipulado pela Receita Federalista deverão declarar o BDR em seu Imposto de Renda no ano que vem. E mais: BDRs estão fora da tábua de isenção tributária, o que significa que vendê-los pode gerar um lucro ao investidor, e esse montante é taxado na hora de prestar contas ao Fisco.

Está entre quem deve declarar ações no IR? Veja o que você precisa saber sobre porquê funciona o Imposto sobre BDR do Nubank:

  • Na próxima enunciação de IR, quem ganhou o ativo do Nubank não precisa declarar o BDR porque o certificado fica “bloqueado” durante 12 meses, mas, se você comprar mais uma quota do BDR, é preciso declarar no mesmo ano.
  • Ao declarar o Imposto de Renda de 2023 (referente a 2022), aí sim você precisa declarar o BDR proveito do Nubank. Sem falta!
  • Depois de vedar o certificado por 12 meses, os “NuSócios” poderão definir se querem continuar com o BDR, vendê-lo ou resgatar o valor do ativo, o que justifica a premência de apresentá-lo na enunciação.

Não esqueça das exceções!

Tem quem precise declarar o “presente” já na próxima entrega de documentação à Receita Federalista: pessoas físicas que comprarem outros BDRs (inclusive do Nubank) diretamente na Bolsa de Valores e não possuírem na carteira somente o “presente” oferecido pela instituição financeira.

Quem tiver outros investimentos ou ordenar realizá-los antes do fechamento do ano-calendário de 2021 também precisa declarar.

Uma vez que declarar o BDR do Nubank no Imposto de Renda?

A boa notícia para quem aceitou o presente do Nubank é que você não vai precisar declarar o ativo no Imposto de Renda do ano-calendário de 2021! Isso porque o título ficará “bloqueado” por 12 meses e você só terá aproximação ao investimento no final de 2022.

Mas porquê para toda regra há uma exceção, saiba que essa novidade só vale se você não comprar outros ativos da mesma categoria.

Se você comprar BDRs de outras instituições ou até mesmo do Nubank, você deve declarar esses investimentos. Para isso, é só seguir o passo a passo:

  1. Baixe o programa da Receita Federalista referente ao ano-calendário em questão.
  2. Selecione, no menu, a opção “Novidade” e, em seguida, “Enunciação de ajuste anual”. Você pode importar dados da última enunciação ou debutar uma novidade.
  3. Abra a ficha de “Bens e Direitos” no menu principal.
  4. Selecione “Novo” e insira o código “49 – Outras aplicações e investimentos”.
  5. Mantenha a localização porquê “105 – Brasil”, mesmo que o ativo seja originário de outro país.
  6. No campo “Discriminação”, você deve inserir a quantidade de BDRs que possui, o nome da empresa emissora e a corretora de investimentos que você utilizou para fazer a compra.
  7. Por término, preencha os campos de situação. Se o BDR tiver sido comprado no ano-calendário em questão, deixe o primeiro campo zerado e informe exclusivamente o valor de compra com as taxas e corretagens no campo de situação do ano ulterior.

E não se esqueça: esse é o procedimento exclusivamente para declarar que você possui os ativos. Caso você venda os BDRs ou receba dividendos por conta deles, deve declarar o lucro ou prejuízo, ok?

Para declarar o lucro ou prejuízo com a venda do ativo, você deverá acessar a ficha de “Renda Variável” e escolher a aba de “Operações Comuns/Day Trade”. Feito isso, você deverá inserir os resultados líquidos de cada mês, ou seja, já com o desconto de quaisquer taxas.

Lembre-se que, no caso da venda de um ativo, você deve gerar um Documento de Arrecadação da Receita Federalista (DARF) para fazer o recolhimento mensal do imposto usando o aplicativo SicalcWeb no site da Receita.

Isso porque os tributos sobre vendas de ativos porquê os BDRs devem ser recolhidos todos os meses.

O que é BDR do Nubank e quais suas vantagens e desvantagens?

Qualquer BDR é um recebido, um certificado de repositório, considerado um investimento de renda variável. Quem o detém pode negociar um percentual de ações da empresa a qual ele representa na Bolsa de Valores.

Um “NuSócio”, portanto, terá a possibilidade de negociar o BDR do Nubank na B3, desde que o faça pelo menos 12 meses depois da data em que receber o certificado.

Assim porquê todo investimento, ele tem suas vantagens e desvantagens. Confira:

Qual é a tributação sobre o BDR do Nubank?

Diferentemente da cobrança de porcentagem sobre ações ou ETFs, a tributação de um Brazilian Depositary Receipt pelo Imposto de Renda é de 15% sobre os ganhos e vale mesmo para transações que sejam menores do que R$ 20 milénio.

Saber porquê funciona a tributação sobre BDRs é necessário nesses momentos. Enfim, os mesmos tributos cobrados sobre outros investimentos do mesmo tipo também recaem sobre os que foram dados pelo Nubank aos seus clientes.

Quer ajuda para desenredar o que declarar no Imposto de Renda e se vale a pena permitir o presente do Nubank ou já ganhou seu BDR e quer se preparar para declará-lo adequadamente e lucrar em cima dele? Fale com um perito da Leoa!

Original de Leoa

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Manadeira do Item

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
1