Filmes que devem ser assistidos pelos profissionais de contabilidade

A vida imita a arte ou a arte imita a vida? Ou ambas as situações são possíveis? Não importa. O que interessa é que além de ser uma forma de entretenimento, observar bons filmes sempre nos engrandece de alguma forma.

Se você é do ramo da contabilidade, muitas vezes manter o pique e animação dentro do escritório seis dias da semana deve ser muito difícil, não é mesmo? Sabemos que o sistema contábil e a tecnologia na contabilidade têm ajudado bastante, ao expulsar algumas tarefas repetitivas. Mas isso não é tudo para manter sua rotina mais ligeiro.

Que tal, logo, procurar otimizar suas horas de lazer com uma ótima película hollywoodiana? Seguem algumas dicas que envolvem a profissão e que vão estimular a originalidade e te ajudar a se inspirar nos personagens.

Confira essas sete obras do cinema que usam a profissão de contabilidade em seus enredos! Prepare a pipoca, o refrigerante e se ajeite no sofá! Bom filme!

1 – O Contador (filme de 2016)

Com o ator Ben Affleck. O personagem sofre da Síndrome de Asperger (um tipo de autismo)o  que faz dele genial, mas restringido quanto a experiência de aspectos emocionais, sensíveis e, portanto, sociais. Na trama, essas características são perfeitas para retratar um personagem que se interessa por números e é realmente óptimo na manipulação deles.

2 – Margin Call – o dia antes do término (2011)

Nessa obra cinematográfica, uma corretora realiza demissões massivas. Um dos funcionários desligados se revolta e entrega um pendrive com informações comprometedoras: a empresa está preste a falir. O que culpa uma comoção em todos os setores, já que essa informação não pode vazar e alguma coisa precisa ser feito. Tenso e imperdível!

3 – Trabalho Interno (2010)

Trata-se de um documento inteiramente voltado para os contadores. A Crise de 2008 é o foco principal deste filme e a narrativa é feita com base na qualidade das técnicas de entrevistas.Fazer as perguntas certas e organizá-las na melhor sequência verosímil faz desse trabalho um exemplo de obra de arte documental.

4 – Um Sonho de Liberdade (1994)

Um clássico! A vida do personagem muda quando é denunciado de matar a esposa e o amante dela. O que leva o personagem ao encarceramento e às dificuldades da vida em uma penitenciária. Sem perspectivas de liberdade, sentenciado à prisão perpétua, ele se envolve com o líder do mercado preto da prisão.

5 – Fuga à Meia Noite (1988)

Porquê seria a vida de um contador da máfia? O personagem principal (Charles Grodin) é o procurado Jonathan “The Duke” Mardukas, que conseguiu tapear tanto a polícia quanto os mafiosos. Mas não por muito tempo. Enquanto era escoltado de Novidade Iorque para Los Angeles por Jack Walsh, personagem de Robert de Niro, The Duke tinha sua cabeça a prêmio. Ambos acabam perseguidos pela máfia em uma trama que combina ação e comédia ao saudosismo de um enredo atemporal que será sempre lembrado uma vez que uma obra clássica.

6 – Os Intocáveis (1987)

Outro clássico que merece ser visto novamente. A vida de Al Capone e uma vez que ele foi investigado e recluso por sonegação de impostos. Ele é perseguido por Jimmy Malone, um dos policiais responsáveis por uma força-tarefa encarregada de prender o mafioso.

7 – Wall Street: Poder e Cobiça (1987)

Essa trama revela a falta de caráter de Bud Fox, um cobiçoso corretor da bolsa vivido por Charlie Sheen, que vaza informações de uma empresa para um bilionário inescrupuloso (Michael Douglas). Enfim, o que você faria se descobrisse que uma empresa que deseja comprar sofrerá uma valorização em breve?

Gostou das dicas? Portanto aproveite e tenha algumas horas de puro entretenimento envolvendo essa profissão tão importante e necessária nas nossas vidas que é a Contabilidade.

Veja o Treta dos Famosos e fique atualizado de notícias dos famosos

Manancial do Cláusula

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima