conheça alguns dos mais falados

Hoje, 1° de abril, é o tão famoso dia da pataratice. Aproveitando a data, viemos cá desmentir alguns dos mitos do ramo da contabilidade.

Para isso, contamos com a ajuda de nossos profissionais da espaço para facilitar a desmistificar essas crenças.

Assim, podemos explorar o que de roupa engloba esse segmento tão importante e promissor para as empresas.

 

1) Contador só fala de impostos

Não é verdade. Os contadores tratam de vários assuntos uma vez que balanço, estudo e outras demonstrações contábeis. Lidam com várias questões tributárias, financeiras e econômicas.  Contadores falam sobre tudo que é importante ao negócio. Eles enxergam grandes oportunidades de prolongamento. São peças fundamentais para conseguir ótimos resultados.

 

2) A tecnologia vai tomar o função do contador

Pelo contrário. Com a tecnologia, os contadores podem se destinar mais à gestão da empresa através das peças contábeis. Outro ponto também é que várias obrigações acessórias e contábeis continuam sendo representadas pelo profissional habilitado. Portanto, a responsabilidade do contabilista de assinatura e estudo dos demonstrativos, continua sendo sua principal função.

Robotização e automatização de tarefas são complementos à atividade do profissional de contabilidade. São ferramentas sofisticadas e inteligentes que ajudam no trabalho. No entanto, a expertise de profissionais cada vez mais qualificados é importante aos negócios.

 

3) Contador só cuida da segmento burocrática

O contador não se limita unicamente à segmento burocrática das empresas, uma vez que por exemplo, à verificação de documentação na orifício, diferença e baixa e outras formalidades. Ele ajuda os empresários nas tomadas de decisões, mediante estudo do balanço e outras demonstrações contábeis da empresa.

O contador é fundamental também no planejamento tributário das empresas, auxiliando, mediante a lei, o empresário a resolver qual o melhor regime tributário que sua empresa deve adotar. Ou seja, aquele que terá uma trouxa tributária menor, que não vai onerar tanto a empresa.

 

4) Nem toda empresa precisa de contador

O cláusula 1.179 do Código Social lei n°10.406/02 determina que todas as empresas precisam ter contabilidade independente de tamanho, regime tributário, etc… Mas, culturalmente, ainda temos em nossa sociedade entendimentos de que a contabilidade é mais uma obrigação tributária. Logo, não é verdade que nem toda empresa precisa de contador.

 

5) Contabilidade profissional é melhor do que a contabilidade online

Diante das complexidades que cenário financeiro oferece, o  profissional contábil é o maior captador de informações necessárias para um gerenciamento mais eficiente e eficiente, considerando que os gestores são os principais responsáveis pela lucratividade das entidades, estes dados podem oferecer ferramentas para driblar tais situações, portanto, o contador online fica restringido a desenvolver os trabalhos analíticos, pois só o próprio profissional pode realizar muito mais pelo sucesso dos negócios empresariais. 

 

6) Contabilidade é só matemática

Também não é verdade. A contabilidade não é só matemática e nem sequer está na espaço de exatas uma vez que muitos pensam, está espaço de humanas. A contabilidade tem a função de interpretar os números dos registros contábeis elaborada pelo profissional e mourejar com a gestão da empresas e outras funções, uma vez que já citado, nas áreas tributária, econômicas e financeiras, para tomada de decisões pelos seus gestores.    

 

7) A contabilidade é muito tradicional

Embora muitos profissionais atuem de forma tradicional,  taxados de “darfistas” que somente cumprem com as obrigações acessórias e tributárias, há profissionais que atuam em outras áreas uma vez que na gestão, auditoria, perícia, controladoria e outros. 

Portanto, vimos alguns dos mitos do ramo da contabilidade e o por quê é importante falar sobre isso.

Aproveitando, leia mais e conheça melhor a nossa tecnologia para contadores.

 

Veja mais artigos sobre contabilidade cá.

Feito com ❤ pelo Marketing e setor Contábil.

Por Melissa Roble.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima